Loading...

Intervenção em Escolas

edyontheroad-01

O Edy&Co constrói programas de intervenção sustentados por evidência científica, com base na auscultação das necessidades educativas das crianças.

Para além dos projetos desenvolvidos, a equipa Edy&Co está disponível para avaliar as necessidades das instituições educativas, construindo projetos à medida.

Para dar resposta, o Edy on the Road consiste numa bolsa de Psicólogos credenciados pela Ordem dos Psicólogos, formados para desenvolver os programas do Edy&Co.

Entre em contacto connosco (project@edyco.pt)!


Sarilhos do Amarelo: Promoção da autorregulação em crianças sub10

 

 

Este projeto preventivo está orientado para equipar crianças do pré-escolar (5 anos) e do 1º Ciclo do Ensino Básico com estratégias e processos de autorregulação, de modo a aumentar a qualidade e profundidade das aprendizagens e promover a gestão de emoções e comportamentos.
Ancorado numa estória, constitui uma oportunidade para trabalhar estratégias e processos de autorregulação que visam promover a permanência e o sucesso escolar. Para tal construímos atividades em formato interativo centradas na Língua Portuguesa e Matemática.[pix_tabs data_active=’1′][ul][pix_tab data_title=”Objetivos”][pix_tab data_title=”Público-Alvo”][pix_tab data_title=”Racional da Ferramenta”][/ul][pix_tab_content data_title=”Objetivos”]i. Ensinar processos de autorregulação da aprendizagem; [br][br]ii. Trabalhar repertórios de processos de aprendizagem. Pretendemos refletir sobre os processos e as estratégias de aprendizagem utilizadas pelos protagonistas da estória, e treinar a aplicação destas estratégias de aprendizagem na escola (Matemática e Língua Portuguesa) e na vida.[/pix_tab_content][pix_tab_content data_title=”Público-Alvo”]Crianças sub 10, psicólogos, educadoras, professores e pais que queiram alargar os seus conhecimentos sobre as estratégias de autorregulação e competências de estudo no contexto de ensino e aprendizagem das crianças destas idades.[/pix_tab_content][pix_tab_content data_title=”Racional da Ferramenta”]Promover a autonomia e os processos de autorregulação da aprendizagem é uma componente fundamental no processo escolar e de formação ao longo da vida.[/pix_tab_content][/pix_tabs]

(Des)venturas do Testas: Promoção da autorregulação do 5.º ao 9.º ano

CDT_T9_i036

Este projeto preventivo está orientado para discutir com alunos do Ensino Básico, questões sobre estratégias e processos de autorregulação da aprendizagem, equipando–os para poderem enfrentar as suas atividades e tarefas de aprendizagem com maior qualidade e profundidade.

O projeto nasceu de uma parceria de inovação educativa participada entre uma equipa de investigação da Universidade do Minho e um conjunto de professores do Colégio de Nª Senhora do Rosário.

Todos os materiais foram construídos em parceria, testados e aplicados in loco, de modo a validar a sua eficácia.[pix_tabs data_active=’1′][ul][pix_tab data_title=”Objetivos”][pix_tab data_title=”Público-Alvo”][pix_tab data_title=”Racional da Ferramenta”][/ul][pix_tab_content data_title=”Objetivos”]i. Ensinar processos de auto–regulação da aprendizagem. É importante que os alunos, quanto mais cedo melhor, conheçam os processos envolvidos nos processos de aprendizagem, no trabalho de equipa e na resolução de problemas. [br][br]ii. Trabalhar com alunos do Ensino Básico um repertório de estratégias de aprendizagem que os ajudem nas suas aprendizagens escolares futuras e na vida. O desenho deste projeto está orientado para que os alunos reflitam sobre os processos e as estratégias de aprendizagem utilizadas pelos diferentes protagonistas da estória enquanto treinam a aplicação destas estratégias de aprendizagem na escola e na sua vida.[/pix_tab_content][pix_tab_content data_title=”Público-Alvo”]Alunos dos 2º e 3º Ciclos do Ensino Básico, psicólogos, professores e pais que queiram alargar os seus conhecimentos sobre as estratégias de auto–regulação da aprendizagem e as competências de estudo no contexto de ensino e aprendizagem nestas faixas etárias.[/pix_tab_content][pix_tab_content data_title=”Racional da Ferramenta”]Promover a autonomia e os processos de autorregulação da aprendizagem é uma componente fundamental no processo escolar e de formação ao longo da vida. A escolha de alunos do Ensino Básico como alvo deste projeto de promoção de competências de estudo está ancorada na urgência da promoção das competências de autonomia e autorregulação da aprendizagem o mais cedo possível. Sob o guarda–chuva do modelo teórico sociocognitivo da autorregulação da aprendizagem, este projeto visa equipar os alunos com um repertório de estratégias de aprendizagem que os auxilie a enfrentar as aprendizagens mais competentemente.[/pix_tab_content][/pix_tabs]

Cartas do Gervásio ao seu Umbigo: Promoção da autorregulação em alunos do Ensino Superior

1380551187

Este projeto está orientado para discutir com alunos do 1.º ano da Universidade questões sobre estratégias e processos de autorregulação da aprendizagem, equipando–os para poderem enfrentar as suas tarefas de aprendizagem com maior qualidade e profundidade.

A ferramenta “Cartas do Gervásio ao seu Umbigo” corresponde a um conjunto de cartas de um aluno do 1.º ano, o Gervásio, dirigidas ao seu Umbigo. Nestes textos, o Gervásio discorre e reflecte sobre algumas das suas experiências na Universidade, acentuando o papel das estratégias e dos processos de autorregulação na sua aprendizagem.[pix_tabs data_active=’1′][ul][pix_tab data_title=”Objetivos”][pix_tab data_title=”Público-Alvo”][pix_tab data_title=”Racional da Ferramenta”][/ul][pix_tab_content data_title=”Objetivos”]i. Ensinar os processos de autorregulação da aprendizagem. É importante que os alunos conheçam os processos envolvidos na aprendizagem, memorização e resolução de problemas. Este conhecimento declarativo e procedimental sobre os processos envolvidos no aprender facilitará o conhecimento condicional sobre como e onde aplicar as estratégias de autorregulação aprendidas. [br][br]ii. Trabalhar com os alunos um repertório de estratégias de aprendizagem que os ajudem nas suas aprendizagens na Universidade e na vida. O desenho do projeto está orientado para que os alunos reflitam sobre a sua aprendizagem enquanto treinam a aplicação destas estratégias de aprendizagem à sua vida académica.[/pix_tab_content][pix_tab_content data_title=”Público-Alvo”]Alunos do 1º ano da Universidade, mas também outros alunos, psicólogos, professores e pais que queiram alargar os seus conhecimentos sobre as estratégias de autorregulação da aprendizagem e as competências de estudo no contexto universitário.[/pix_tab_content][pix_tab_content data_title=”Racional da Ferramenta”]A escolha do 1º ano como alvo deste projeto de promoção de competências de estudo está ancorada na facilitação dos processos de adaptação à Universidade. Sob o guarda–chuva do modelo sociocognitivo da autorregulação da aprendizagem, este projeto visa equipar os alunos com um repertório de estratégias de aprendizagem que os auxilie a enfrentar as aprendizagens mais competentemente. Promover a autonomia e os processos de autorregulação da aprendizagem é uma componente fundamental no processo de adaptação às exigências da Universidade e de formação ao longo da vida.[/pix_tab_content][/pix_tabs]

Intervenção Psicopedagógica do Programa Promoção de Competências de Autorregulação na Escrita

edy_escrita-01

Este programa tem como objetivo equipar os alunos do 1.º ciclo com um conjunto de estratégias de aprendizagem a usar no desenvolvimento da qualidade da escrita de composições. As sessões contemplam a leitura da estória Sarilhos do Amarelo (Rosário, Núñez-Pienda & González, 2007), uma narrativa educativa e preventiva que visa promover a autonomia e os processos de autorregulação da aprendizagem – componente fundamental no processo escolar e de formação ao longo da vida.

OrientEdy: Programa de Orientação Vocacional

ely_ori__shadow2

O ensino secundário consiste num ciclo de ensino com características específicas que coincide com muitas mudanças para os jovens, mudanças estas que influenciam significativamente o seu futuro pessoal e profissional.

Este programa foi desenhado com vista a trabalhar com os alunos do 9.º ano de escolaridade os processos vocacionais que lhes permitam explorar de forma orientada todas as áreas pessoais e profissionais que lhes permitam tomar uma decisão da área a escolher no ensino secundário.As atividades que integram o programa atribuem um papel ativo aos alunos na construção do seu projeto de vida, incluindo também os seus pais.